1

Nossa mãe é um espirito iluminado

Patricia escrevendo:

Nossa mãe é um espirito iluminado

Sábado, dia 05/09/2009, fomos ao encontro do médium Rogério H. Leite que com sua bondade nos atendeu prontamente. Tinhamos certeza que mamãe daria um jeitinho de nos acalmar. De nos mandar notícias. Foram quase 18 horas de espera, orações.

11 dias desencarnada e conseguiu se comunicar. Espirito iluminado.

A intenção de colocar essa carta, é p/ que todos saibam o quanto é bom ser bom! Fazer caridade!

Um aprendizado à quem acredita no espiritismo. Quem não acredita, será respeitado. Peço apenas que respeitem nossos sentimentos.












































Abaixo, a carta digitada, para melhor entendimento



Minhas filhas
Compareço a esta sessão de preces sob o amparo dos benfeitores da vida maior e dos coordenadores espirituais desta sessão que tudo fazem para que, mesmo em estado de convalescença do lado de cá, eu possa lhe entregar algumas linhas que possam nos suavizar as saudades e apreensão diante desta separação física transitória.
Não está sendo fácil minhas meninas e Anselmo. Mas, como mãe, avó e esposa, devo ser forte e prosseguir com este ditado.
Nunca imaginei ser tão difícil ao Espirito, colocar-se ao lado de um médium para escrever através dele.
Recordo meus estudos no Joana D´arc. Os cursos para médiuns, as obras que li do nosso querido Chico Xavier.
Tudo nos fala deste possível intercâmbio, mas não das emoções que sentimos em ocasiões como esta, escrevo sim, com lágrimas nos olhos, mas lágrimas de amor e saudades antecipadas, não de tristeza. Nós sabemos, minhas filhas, que para nós, saudades deve ser sinônimo de esperança.
Esperava ficar mais tempo no corpo, mas os Benfeitores amigos acharam melhor antecipar o meu retorno para cá uns dias há menos, afinal, o AVC me poupara do tratamento que no meu caso, seria inútil, pois o câncer no pulmão já estava enraizado à outros órgãos, sugando eles.
Fui poupada, graças a misericórdia de Jesus que identificou nesta humilde serva as horas de trabalho na tarefa dos passes que me dediquei com tanto amor, através dos anos, aos irmãos enfermos do corpo e da alma.
Só podemos agradecer à Deus, minhas crianças.
Patricia, não chore tanto pela mamãe. Precisa ser forte, filha.
Sei que o seu coração, às vezes, retrocede no tempo, e você vai recordando os tempos em que nos abrigamos todos sob o mesmo teto, junto ao nosso Thiago que sei, igualmente tem sofrido tanto, pois sei que apesar de atarefada, nunca lhes faltei com atenção e carinho. Este foi o grande presente da vovó que, por força das circunstâncias, se tornara mãe novamente deste moço lindo que sei, nos dará à todos, muitas alegrias.
Meu neto, não chore não. De onde a vovó estiver, sempre recordará do seu filho, pelo coração. Como recordarei sua atenção para comigo, filha, para com seu pai que agora está precisando de forças de todos vocês, então, vamos ser fortes.
Patricia, a enfermidade, me fez experimentar a mais doce das sensações, pois, já debilitada frente ao diagnóstico, de sua mãe, tornei-me sua filha. Deus à recompense por toda atenção.
Anselmo, agradeço à você pelos nossos anos de convivência. Veja ao longo de tantos anos. Pense comigo, retrocedendo a mente, sempre teremos mais a celebrar do que a lamentar, afinal, o sentimento que sentimos um pelo outro, supera todas as adversidades do início.
O amor venceu...Anselmo, e vence sempre. Seja forte também, pois preciso que cuide de minhas meninas e netos.
Agradeço a sua companhia na Casa Espirita que nos agasalhou as esperanças. Deus o abençoe, meu querido.
Claudia Regina, Carla...é a mamãe minhas filhas.
Agradeço comovida por virem de longe em busca das pobres notícias de sua mãe. Não sejamos tristes e olhem pelas nossas crianças. Não deixem que elas percebam a tristeza em seus olhos...nossas princesas Ayla e Thayná.
Meu Deus! As saudades antecipadas dói um pouco, mas devo ser forte.
Me penitencio pelos cigarrinhos a mais que fumei ao longo dos anos, mas, na verdade, se não fosse no pulmão, segundo os benfeitores amigos, seria em outro órgão mesmo, pois, tive a benção de na enfermidade, resgatar mais um pouquinho dos débitos do passado, embora o AVC tenha me poupado bastante.
Entregamos juntos à Deus, nosso amor, nossas preces.
Agradeço as preces amorosas que tenho recebido. Preces dos irmãos do Joana D´arc.
Por hoje, forças me faltam para prosseguir.
Os benfeitores amigos pedem-me para cessar.
Assim que eu me sentir reestabelecida, sei que Jesus me permitirá nova oportunidade na escrita.
Beijo o coração de meus netos...o seu coração em preces, Anselmo.
Os seus corações Patricia, Claudia e Carla.
O coração de todos os meus.
Sempre serei a mãe que não as esquece.
Sempre sua

Mercia Toledo Cesar 05/09/2009




Essa foi uma alegria dentro de nossa tristeza. Saber que mamãe está viva e se recuperando.

Fica apenas a saudade que é como um punhal em nossos corações.


Obrigada Mãe! Você se esforçou muito nesse dia, por nós.
Você vive! Longe...mas vive!

Um comentário:

Anônimo disse...

Muitos são chamados, porém poucos são os escolhidos, com a benção de Jesus nosso mestre maior, minha irmã foi uma das escolhidas, pra mim é um grande conforto, saber que nossa querida Mercia está encontrada e amparada pelos benfeitores do plano superior, minha querida irmã, onde quer que esteja, receba todos os dias meu amor, meu beijo, e um raminho de lindas violetas, para alegrar e enfeitar seus dias, seja feliz e progrida cada vez mais.
Seu irmão querido Marcio

Postar um comentário