1

O tempo passa...

O tempo passa...
Tudo continua a mesma coisa.
É difícil encontrar ânimo nas coisas mais simples do dia a dia sem você, minha mãe.
Lá se vão 2 anos e 5 meses.
Há quem me disse que o tempo cura as feridas. Porém, a cada dia, cada hora, cada minuto, sinto as feridas mais abertas, sem sua presença.
Tenho medo do que pode vir ainda pela frente.
Não sinto mais vontade nem de sair da cama.
Me ajude, Deus do céu!
Me ajude a aceitar essa separação.

Um comentário:

Postar um comentário